Quando aprendi esperar em Deus a minha vida mudou

Quando aprendi esperar em Deus a minha vida mudou é um relato pessoal de como comecei a receber as dádivas de Deus em minha vida.

Há alguns anos atrás eu não conseguia compreender com facilidade o tempo de Deus.

Eu lia a bíblia, estudava sobre o plano e o tempo de Deus agir na minha vida.

Os olhos enxergavam e gravavam cada palavra, mas o coração não estava aberto ao entendimento do poder de Deus.

Quando aprendi esperar em Deus a minha vida mudou

Eu aprendi a esperar. Não foi fácil. Não começou do dia para a noite. Mas eu fui aprendendo aos poucos.

Cada dia um pequeno aprendizado, uma superação e o desejo de melhorar foi se tornando o meu plano pessoal.

Eu vivi os dois lados: O lado que não sabe esperar e o lado que aprende a esperar.

O lado que não sabia esperar sofria constantemente por não ser atendida na hora e no tempo certo.

Questionava com frequência: Porque Deus está demorando tanto?

A pressa me levou a sofrer de ansiedade, indisposição, frustração e inquietação.

E tudo por não ter paciência com o tempo de Deus.

Eu orava, conversava com Deus, chorava de joelhos e molhava o travesseiro.

Acordava e tudo estava do mesmo jeito.

Jeito esse que me incomodava completamente.

Nada mudava, mas eu também não mudava.

O lado que aprendeu a esperar é o meu maior orgulho.

Foi exatamente aprendendo a esperar que o meu relacionamento espiritual com Deus foi fortalecido.

Laços de compreensão, entendimento, perdão, amor e esperança nasceram dentro de mim.

Como é lindo tudo que carrego em meu coração depois que me encontrei na minha fé em Deus.

Enquanto eu batia de frente com a vontade de Deus e com a pressa de ter tudo na minha hora e do meu jeito eu me frustrei de inúmeras maneiras.

Foi doloroso e um sofrimento desnecessário.

Mas serviu como aprendizado e me trouxe até aqui.

Quem eu sou hoje? Uma filha de Deus que não tem pressa, que vive um dia de cada vez e que aprendeu a esperar o tempo de Deus agir.

Como tudo começou

Certo dia eu acordei e fiquei deitada olhando o sol entrando pela brecha da cortina e me recordo de uma longa conversa com Deus.

Não me recordo de todos as palavras e colocações, mas a essência da conversa foi a seguinte:

Meu Deus,

Peço-te que me conceda breves minutos para me ouvir.

Eu sou sua filha e não estou satisfeita com o meu relacionamento com o Senhor.

A errada sou eu. O certo é o Senhor. E sempre será assim.

Eu tenho dificuldade de esperar, seja o que for.

Eu tenho pressa em ter, fazer, comprar, realizar. Tudo junto.

E o fato de não estar conseguindo do meu jeito e na hora que eu quero está me deixando frustrada e triste.

Até aqui eu tentei do meu jeito e não deu certo.

Não estou feliz com a minha vida do jeito que está.

Então, eu estou aqui admitindo que errei em não respeitar o seu jeito de trabalhar na minha vida.

Mas nesse momento eu começo o meu processo de mudança.

Vou me tornar na minha melhor versão para ser feliz de verdade e alegrar o seu coração de pai.

Daqui para frente eu sou uma nova criatura: obediente, compreensiva, tolerante, paciente.

Daqui para frente: aceito, compreendo, apoio, motivo e incentivo.

Daqui para frente: estou nas suas mãos.

Me use para o bem.

Farei minha parte: estudando, trabalhando e batalhando.

Não vou ficar sentada esperando.

Farei o meu melhor para provar que mereço ser abençoada pelo Senhor, meu pai.

Antecipadamente agradeço a vida nova que eu começo hoje.

Aleluia.

Amém.

A resposta de Deus foi bênção

A conversa surtiu efeito.

Recebi resultados.

Continuo recebendo até esse momento que escrevo essa mensagem.

Não paro de receber bênção.

Tudo aos meus olhos é bênção e milagre.

A chuva que cai na terra seca, o alimento sobre a mesa, o abraço da minha mãe.

O café da tarde ao lado de quem eu amo, os momentos divertidos ao lado dos meu felinos.

Eu estou aqui plenamente feliz com a vida que eu escolhi viver e que Deus me concedeu.

Eu me sinto apoiada, motivada e inspirada por Deus todos os dias da minha vida.

Eu acordo feliz e vou dormir feliz.

Parte do processo do meu aprendizado foi aprender a silenciar, ouvir, ler, refletir e deixar a porta do coração aberto.

Aberto para a generosidade, solidariedade e a gratidão diária.

Quando aprendi a agradecer aprendi também a não reclamar.

O tempo é meu aliado. Não meu inimigo.

Vivo hoje com o que eu tenho.

Já não sinto medo do amanhã, sei que será iluminado, fortalecido e mágico.

O meu pai me ama e seu amor me leva aos lugares que jamais imaginei que chegaria.

Encontre-se consigo mesmo e desfrute de uma vida de abundancia, prosperidade e paz.

 

2 Comentários

Deixe um comentário