Me perdoa, pai, fiz algo errado pensando que era certo

Me perdoa, pai, fiz algo errado pensando que era certo. Me perdoa, pai, falei algo pensando que estava ajudando, mas eu me enganei.

Me perdoa, pai, não vigiei as palavras e me peguei reclamando da vida e das pessoas. Me perdoa, pai, agi de maneira precipitada e não consegui aguardar com paciência sem murmurar ao longo do caminho.

Me perdoa, pai, dei opinião nos assuntos do outro e deixei de lado as minha vida. Me perdoa, pai, senti medos tolos e desisti sem lutar como deveria ter lutado.

Me perdoa, pai, eu respondi por impulso ao ser humilhada e me arrependi imediatamente. Me perdoa, pai, eu não consegui perdoar facilmente quando descobri mentiras e traições das pessoas próximas.

Me perdoa, pai, deslizei nas palavras e tropecei na vaidade. Me perdoa, pai, alimentei ansiedade, mesmo sabendo que devo entregar ao Senhor e confiar.

Me perdoa, pai, pelas imprudência, impaciência e nervosismo que por vezes não consigo controlar. Em nome de Jesus peço o seu perdão e a bênção do Senhor. Aleluia. Amém.

Palavra de Deus

Nunca mais terão fome, nunca mais terão sede.
Não os afligirá o sol nem qualquer calor abrasador, pois o Cordeiro que está
no centro do trono será o seu Pastor;
ele os guiará às fontes de água viva.
E Deus enxugará dos seus olhos toda lágrima”.
Apocalipse 7:16-17

 

Deixe um comentário